sexta-feira, 13 de março de 2015

A EDUCAÇAO SUPERIOR À DISTÂNCIA

          

            A educação superior a distância vem crescendo em um ritmo acelerado no contexto da vida contemporânea principalmente em função do avanço das tecnologias de informação e comunicação, do dinamismo das mudanças sociais e das novas demandas educacionais decorrentes. A necessidade de educação continuada, as limitações de tempo e deslocamento espacial, as dificuldades para participação em processos dinâmicos de aprendizado fazem da educação superior a distância uma tendência do nosso século.
            O avanço das tecnologias de informação e comunicação estabeleceu uma conexão entre o virtual e o presencial facilitando os estudos e pesquisas dos acadêmicos sejam numa sala de bate papo, em fóruns, conferências sejam nas bibliotecas virtuais, em pesquisas com outras universidades, para melhor obter resultados científicos.
            Devido ao fato das mudanças sociais terem provocado complexos desafios no mercado, impostos por uma competitividade cada vez mais acirrada, necessitando e exigindo um homem sempre atualizado e com um novo comportamento social e profissional esta nova modalidade para a educação superior vem como uma resposta, uma das estratégias do governo federal de democratizar o ensino e elevar o padrão de qualidade deste.
            As novas demandas decorrentes propõem que “a educação a distância deve ter uma visão inovadora, integrando novos modelos pedagógicos com as tecnologias adequadas, rumo a um processo de criação de métodos e instrumentos específicos que auxiliem não só o desenvolvimento de conteúdos, mas também novas e criativas estratégias de ensino, na busca de atender as novas necessidades para a formação de um profissional moderno e alinhado aos dinâmicos e novos cenários que se formam no contexto da nova economia, digital e globalizada.” (RIVAS-2005)
            Ao professor caberá o aprender a conhecer, capacitando-se, buscando novas metodologias com qualidade de recursos educacionais.
REFERÊNCIAS                                                                                                                 
POSEAD - Fundamentos do ensino superior-educação à distância - FGF-2010.
RIVAS, Teobaldo - da educação à distância a educação virtual e distribuída. IN: Administradoresdaeducação.com. br.2005.


Um comentário:

  1. Completando o que postei anteriormente, posso ainda dizer que no que concerne as considerações da participante em questão sobre a Educação á Distância, inicialmente entende-se que é algo vantajoso na medida em que facilita o acesso de pessoas que tem seu tempo um pouco escaço, mas que busca uma formação e consequentemente um profissionalização, não vendo tão pouco uma desvantagem nesse processo, pois o buscar e o pesquisar depende muito do desejo do outro. Tem claro, um grande diferença entre a educação á distância e a presencial, já que o diálogo com o seu professor ou tutor é mais frequentemente, mas ao mesmo tempo a EaD proporciona ao seu participante o incentivo em conhecer e se familiarizar com as novos tecnologias e descobrir como o contato também pode ficar facilitado. Sem mais, entendo que a EaD é uma nova forma de incluir pessoas no processo educação de formação partindo de um pressuposto democrático e seguro, já que tem como base a busca por quebrar barreiras e passar conhecimento. - Elias Alves Abrantes

    ResponderExcluir